segunda-feira, 11 de agosto de 2014

A EPIDEMIA DE EBOLA E A BÍBLIA


Quando ouvirdes falar de guerras e tumultos , não vos assusteis...e em vários lugares  haverá grandes terremotos, pragas e fomes; e haverá também coisas espantosas e grandes sinais no céu.” (Lc. 21:9,11).

“Em maio de 1995, o mundo conheceu a nova versão do antigo pesadelo: a peste. Em Kikwit , uma cidade do Zaire,  na África, dezenas de pessoas morriam de febre hemorrágica, infectadas pelo ebola, um vírus poderoso e até então pouco conhecido. O que a maioria das pessoas não sabe ou lembra é que um episódio semelhante acontecera em 1976, com efeitos igualmente devastadores.” EBOLA – WILLIAM T. CLOSE, M.D. 1995.

“O vírus mata nove entre dez de suas vítimas, com tanta rapidez e de modo tão impressionan-te, que até os especialistas em biorrisco estão apavorados. É transmissível através do ar, extremamente contagioso e pode assolar regiões inteiras em questão de dias. ZONA QUENTE conta em detalhes e pela primeira vez a história da origem dos vírus “quentes”, letais, e seus ataques registrados à espécie humana. À medida que as florestas tropicais vão sendo destruídas, vírus antes desconhecidos se revelam, em padrões semelhantes ao da AIDS, e em escala apavorante. Existirão meios de detê-los?” ZONA QUENTE, RICHARD PRESTON, 1994.

Existem duas maneiras de tentar resolver um problema: à maneira do homem e à maneira de Deus. Estamos diante da ameaça de uma epidemia que pode se transformar em pandemia de ebola, um vírus perigoso,  como podemos ver nos dois livros citados acima. A Organização Mundial de Saúde – OMS – está tentando enfrentar o problema como pode, na medida em que a epidemia se alastra pelo mundo. Mas será que Deus tem uma orientação a nos dar, registrada na sua palavra? Vamos examinar um exemplo das Escrituras judaico cristã.

Temos um registro na Bíblia, em II Sm. 24 e em I Cr. 21, em que aconteceu algo semelhante em Israel.
1.       Deus se enfureceu contra Israel, certamente por causa do pecado de idolatria, que era comumente praticado entre os povos cananeus, mas que Israel não poderia praticar.
2.       Por causa disto Deus autorizou Satanás a  tentar a induzir Davi, o líder, que fizesse o censo de Israel, para saber qual era mesmo o tamanho do seu exército. Davi não era obrigado a ceder às insinuações de Satanás na sua mente, mas tudo indica que já havia em seu coração uma vaidade e orgulho por ter um exército tão grande e tão bem sucedido, e ele cedeu, e mandou realizar o censo.
3.       Joabe, o general do exército,  ainda tentou dissuadir Davi, de realizar esse censo, mas Davi não lhe deu ouvidos. É um perigo quando o líder não ouve conselhos de seus subordinados, mas faz somente a sua vontade, que, como no caso, estava viciada.
4.       Depois de realizado o senso, Deus se desagradou do que Davi fez, que, como sabemos, deu ouvidos às sugestões de Satanás em sua mente. Antes Deus já havia se enfurecido com o povo, mas agora se desagradou do líder. Se o líder tivesse resistido, teria livrado o povo, o que não aconteceu neste caso.
5.       Depois de realizado o censo, Davi caiu em si e se arrependeu do que fez, mas já era tarde. Somente agora ele percebeu que o que tinha feito fora por sugestões de Satanás, nove meses e vinte dias depois. Agora só restava receber o castigo de Deus pelo pecado cometido.
6.       O profeta Gade, vidente de Davi, foi a ele com a mensagem de Deus, para que ele escolhesse numa lista tríplice, que castigo receberia. Lembra que nos versículos de Lucas 21:9,11 constam três flagelos, dentre outros, que são “fome, guerra, e peste ou praga”?  Neste caso, Deus mandou Davi escolher, se queria receber o castigo na área de fome, guerra ou praga também. Os juízos de Deus são geralmente nessa linha, fome, guerra, peste ou praga, que é doença, terremoto, animais ferozes ou peçonhentos. Davi escolheu a praga, isto é, doença. Três dias de peste sobre Israel, que neste caso Deus chama de espada do senhor, em comparação com a guerra, que é a espada de seus inimigos. O certo é que nesses três dias morreram em Israel setenta mil homens. Deus disse que a peste é a espada dele. Espada fala de guerra, e significa que Deus estava guerreando contra Israel, matando setenta mil deles, e não sofrendo nenhuma baixa. Teria Deus usado de força desproporcional contra Israel? Ou estará Deus guerreando contra os humanos, por meio do vírus ebola? Pois foi ele mesmo quem disse que a peste era a espada dele. (I Cr. 21:12).
7.       Aqui entra o dilema dos humanos, só crê no que vê. Mas nem o vírus pode ser visto a olho nu, mas por meio de um microscópio eletrônico. É o micro cosmo que o homem não pode ver de maneira natural. E se existir um macro cosmo, que de tão grande, não pode ser visto pelo olho humano? Afinal o profeta Isaías diz “Eis que as nações são consideradas por ele como a gota dum balde, e como o pó miúdo das balanças; eis que lança por aí as ilhas como uma coisa pequeníssima.” (Is. 40:15). Nem Deus, nem anjos, nem demônios, podem ser vistos por modo natural, mas só se Deus revelar.
8.       Davi viu o anjo que trazia a destruição por meio da peste. “Davi ergueu os olhos e viu o anjo do Senhor, que estavas entre a terra e o céu, segurando na mão uma espada desembainhada, estendida contra Jerusalém.” (I Cr. 21:16). Ornã, o jebuseu também viu o anjo, pois “E Ornã esta debulhando o trigo. Quando se virou viu o anjo; e os seus quatro filhos, que estavam com ele , se esconderam.” (21:20). No caso, só estes dois humanos viram o anjo que trazia a destruição por meio da peste. No caso do ebola, será que alguém viu o anjo que está trazendo a praga? Deus não  é obrigado a se revelar ao ser humano pecador, mas nem por isso, deixa de ser real o que a Escritura diz. Nem um ser humano pode ver o anjo que está trazendo a destruição por meio do ebola. E aí pode zombar de Deus e dizer que ele não existe, e tentar lutar contra a praga por seus próprios meios. Não será isso orgulho? Não é melhor se humilhar diante desse Deus invisível, mas real?
9.       Deus se arrependeu  e deu ordem ao anjo, para que retirasse a sua mão, e colocasse a espada na bainha. Mas já haviam morrido setenta mil. E Davi e os líderes de Israel se humilharam diante de Deus. “Então, Davi e os anciãos, cobertos de panos de saco, prostraram-se com o rosto em terra.” (I Cr.21:16b).
10.   O anjo deu ordem a Gade, o profeta, que falou a Davi, para fazer um altar na eira de Ornã, o jebuseu, o que Davi  fez, e ofereceu holocaustos e ofertas  pacíficas sobre ele. Só então o texto diz “e aquela praga cessou sobre Israel.” (II Sm. 24:25b). 

No nosso caso do ebola, Jesus já ofereceu o único sacrifício pelos pecados da humanidade, e não temos de oferecer outros, mas para aplacar a ira de Deus temos de oferecer a propiciação  que é a morte de Jesus, em nosso lugar. Na ceia do Senhor, fazemos um memorial, e recordamos a Deus que o nosso sacrifício já foi feito, e pedimos o perdão pelos nossos pecados. Não é por acaso que Jesus é chamado de propiciação duas vezes pelo apóstolo João. I Jo.2:1; e 4:10. E propiciação é o sacrifício que aplaca a ira de Deus. Esse é o remédio que a Bíblia oferece para curar o ebola. Nossos líderes crerão? Certamente não irão ver o anjo do Senhor, como Davi e Ornã viram, mas terão de crer sem ver. Afinal “sem fé é impossível agradar a Deus, pois é necessário que aquele que se aproxima de Deus, creia que ele existe, e que recompensa os que o buscam.” (Hb.11:6). 

9 comentários:

messias santos disse...

Irmãos Jesus esta voltando , devemos levar o evangelo por todas as nações e povos pois tem muitas pessoas morrendo sem conhecer nosso senhor Jesus.

messias santos disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Esse conceito de Deus enviar peste pra castigar o povo pecador é tão arcaico, ignorante, medieval quer senti vergonha de mim por ter lido esse artigo.

Anônimo disse...

Olá pessoal... Meu nome é Bruna e eu estou espantada com essa doença chamada ebola. Sei que nada acontece sem a permissão de Deus, por isso resolvi pesquisar sobre essa doença, procurando resposta para tamanha tragédia. Essa doença tem matado famílias inteiras e certamente Deus tem visto tudo isso.
Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar e orar, buscar a minha face e se afastar dos seus maus caminhos, dos céus o ouvirei, perdoarei o seu pecado e curarei a sua terra. (2 Cronicas 7:14) Creio que se orarmos a Deus, nos humilhando e pedindo perdão por essa pessoas, o Senhor pode cessar essa praga. Deus tu és o nosso socorro.

Anônimo disse...

Olá pessoal... Meu nome é Bruna e eu estou espantada com essa doença chamada ebola. Sei que nada acontece sem a permissão de Deus, por isso resolvi pesquisar sobre essa doença, procurando resposta para tamanha tragédia. Essa doença tem matado famílias inteiras e certamente Deus tem visto tudo isso.
Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar e orar, buscar a minha face e se afastar dos seus maus caminhos, dos céus o ouvirei, perdoarei o seu pecado e curarei a sua terra. (2 Cronicas 7:14) Creio que se orarmos a Deus, nos humilhando e pedindo perdão por essa pessoas, o Senhor pode cessar essa praga. Deus tu és o nosso socorro.

Anônimo disse...

DISSE JESUS EU SOU O CAMINHO A VERDADE E A VIDA, DEVEMOS BUSCAR A SALVAÇÃO ENQUANTO HÁ TEMPO, JESUS É A SALVAÇÃO ETERNA.

junior disse...

Jesus cristo esta voltando preparem se a recompensa e eterna essa vida e passageira..

junior disse...

Jesus cristo esta voltando prepare se a recompensa e eterna essa vida e passageira..

Anônimo disse...

eu queria tomar conhecimento dessa história que versículo eu posso procurar sobre esse caso